लामायुरु

( Lamayouro )

O Mosteiro de Lamayuru, Gompa de Lamayuru, Mosteiro de Yungdrung ou Mosteiro de Yuru (em tibetano: བླ་མ་གཡུང་དྲུང་དགོན་པ་; Wylie: bla ma gyung drung dgon pa ["mosteiro eterno"] em urdu: لمیرو گومپا) é um mosteiro budista tibetano (gompa) do Ladaque, noroeste da Índia. Situa-se na aldeia de Lamayuru, 110 km oeste de Lé, 20 km a oeste-sudoeste de Khalsi e 107 km a leste-sudeste de Cargil. É uma das maiores e mais antigas gompas do Ladaque e pertence à seita Drikung Kagyu.

O mosteiro situa-se a 3 500 metros de altitude, numa área de paisagem de aspeto lunar, rodeada de montanhas pedregosas. As suas torres brancas erguem-se no cimo de uma escarpa quase vertical estranhamente erodida, abaixo da qual há casas de barro arruinadas. O local foi um ponto importante da Rota da Seda e segundo a tradição, serviu de abrigo ao famoso iogue e poeta tibetano Milarepa durante a sua viagem nos Himalaias. É pr...Ler mais

O Mosteiro de Lamayuru, Gompa de Lamayuru, Mosteiro de Yungdrung ou Mosteiro de Yuru (em tibetano: བླ་མ་གཡུང་དྲུང་དགོན་པ་; Wylie: bla ma gyung drung dgon pa ["mosteiro eterno"] em urdu: لمیرو گومپا) é um mosteiro budista tibetano (gompa) do Ladaque, noroeste da Índia. Situa-se na aldeia de Lamayuru, 110 km oeste de Lé, 20 km a oeste-sudoeste de Khalsi e 107 km a leste-sudeste de Cargil. É uma das maiores e mais antigas gompas do Ladaque e pertence à seita Drikung Kagyu.

O mosteiro situa-se a 3 500 metros de altitude, numa área de paisagem de aspeto lunar, rodeada de montanhas pedregosas. As suas torres brancas erguem-se no cimo de uma escarpa quase vertical estranhamente erodida, abaixo da qual há casas de barro arruinadas. O local foi um ponto importante da Rota da Seda e segundo a tradição, serviu de abrigo ao famoso iogue e poeta tibetano Milarepa durante a sua viagem nos Himalaias. É provável que o local fosse considerado sagrado antes da chegada à região do budismo.

No passado, foi um dos maiores mosteiros do Ladaque, chegando a ter 400 monges. No início da década de 2010, viviam no mosteiro 30 a 50 monges, embora no total pertençam ao mosteiro cerca de 150 monges. A maior parte destes vivem e dão aulas em mosteiros dependentes de Lamayuru situados em aldeias vizinhas.

Os monges organizam dois festivais religiosos por ano, no segundo e no quinto meses do calendário tibetano (geralmente março e junho no calendário gregoriano). Durante esses festivais, todos os monges se reúnem no mosteiro para orações, que são acompanhadas por três dias de dança de máscaras cham.

Fotografias por:
Statistics: Position
7284
Statistics: Rank
8168

Adicionar novo comentário

CAPTCHA
Segurança
169482735Clique/toque nesta sequência: 2391
Esta questão é para testar se você é um visitante humano ou não a fim de prevenir submissões automáticas de spam.

Google street view

Onde você pode dormir perto Lamayouro ?

Booking.com
572.272 visitas no total, 9.238 Pontos de interesse, 405 Destinos, 14 visitas hoje.