Elefantina é uma ilha no rio Nilo, no sul do Egito, situada frente à cidade de Assuão. Encontra-se a cerca de 900 quilómetros a sul do Cairo, a capital egípcia. Tem cerca de 1 500 metros de comprimento e 500 metros de largura na parte sul.

Elefantina é o nome grego para o faraônico Abu. Lá, os faraós da XVIII e XIX dinastia construíram um grande templo para Quenúbis, o deus carneiro da região da catarata, para sua consorte, Sátis, e para Anúquis, deusa da vizinha Sehel. Ao norte fica o santuário do Império Antigo e Médio. Numerosos túmulos de pedra proeminentes dos nobres da cidade do Antigo e Médio Império estão situados no alto do penhasco na margem oeste do Nilo.[1]

No Império Antigo (c. 2575–2130 a.C.), Elefantina era conhecida como a “porta do sul”, por ser a cidade mais ao sul do Egito e o ponto de partida do comércio sudanês. Já no Império Médio (c. 1938–1600 a.C.), era um centro administrativo da Núbia controlada pelo Egito. Durante o Império Novo (c. 1539–1075 a.C.), a região fazia parte da província de Núbia, mas, a partir do período Saita (c. 664–525 a.C.), tornou-se novamente uma fortaleza de fronteira. Nos tempos modernos, a ilha é o local de duas aldeias núbios.[1]

a b Editores 1998.
Fotografias por:
Jocelyn Erskine-Kellie from London, UK - CC BY 2.0
Zones
Statistics: Position
5047
Statistics: Rank
20420

Adicionar novo comentário

CAPTCHA
Segurança
784352169Clique/toque nesta sequência: 8611
Esta questão é para testar se você é um visitante humano ou não a fim de prevenir submissões automáticas de spam.

Google street view

Onde você pode dormir perto Elefantina ?

Booking.com
542.585 visitas no total, 9.237 Pontos de interesse, 405 Destinos, 342 visitas hoje.