Xangai

Contexto de Xangai

Xangai (chinês: 上海; pinyin: Shànghǎi ouça; no dialeto wu: Zanhe, AFI[z̥ɑ̃̀hé]) é um dos quatro municípios de administração direta da República Popular da China. A cidade está localizada no estuário sul do rio Yangtzé, pelo qual flui o rio Huangpu. Com uma população de 24,87 milhões, é a área urbana mais populosa da China,e uma das cidades mais populosas do mundo e a única cidade do Leste Asiático com um PIB maior que o da capital do seu país. Xangai é um centro global de finanças, negócios e economia, pesquisa, educação, ciência e tecnologia, manufatura, turismo, cultura e transportes, sendo que o Porto de Xangai é o porto de contêineres mais movimentado do mundo.

Originalmente uma vila de pescadores e uma cidade mercantil, Xangai cresceu em importância no século XIX devido ao comércio interno e externo e à sua localização portuária favorável. A cidad...Ler mais

Xangai (chinês: 上海; pinyin: Shànghǎi ouça; no dialeto wu: Zanhe, AFI[z̥ɑ̃̀hé]) é um dos quatro municípios de administração direta da República Popular da China. A cidade está localizada no estuário sul do rio Yangtzé, pelo qual flui o rio Huangpu. Com uma população de 24,87 milhões, é a área urbana mais populosa da China,e uma das cidades mais populosas do mundo e a única cidade do Leste Asiático com um PIB maior que o da capital do seu país. Xangai é um centro global de finanças, negócios e economia, pesquisa, educação, ciência e tecnologia, manufatura, turismo, cultura e transportes, sendo que o Porto de Xangai é o porto de contêineres mais movimentado do mundo.

Originalmente uma vila de pescadores e uma cidade mercantil, Xangai cresceu em importância no século XIX devido ao comércio interno e externo e à sua localização portuária favorável. A cidade foi um dos cinco portos forçados a abrir ao comércio europeu após a Primeira Guerra do Ópio. O Acordo Internacional de Xangai e a Concessão Francesa foram posteriormente estabelecidos. A cidade então floresceu, tornando-se o principal centro comercial e financeiro da Ásia na década de 1930. Durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa, a cidade foi o local da grande Batalha de Xangai. Após a guerra, com a tomada comunista da China continental em 1949, o comércio foi limitado a outros países socialistas e a influência global da cidade diminuiu.

Nos anos 1990, as reformas econômicas introduzidas por Deng Xiaoping uma década antes resultaram em uma intensa remodelação da cidade, especialmente na área de Pudong, auxiliando no retorno das finanças e do investimento estrangeiro. Desde então, Xangai ressurgiu como um centro financeiro internacional; é a sede da Bolsa de Valores de Xangai, uma das maiores bolsas de valores do mundo por capitalização de mercado e da Zona de Livre Comércio de Xangai, a primeira zona de livre comércio na China continental. Xangai é classificada como uma cidade global alfa+ pela Globalization and World Cities Research Network e é classificada como o terceiro centro financeiro mais competitivo e maior do mundo, atrás de Nova York e Londres. Possui a maior rede de metrô, o sexto maior número de bilionários, o quinto maior número de arranha-céus e a quinta maior produção de pesquisa científica do mundo, com instituições educacionais de excelente reputação, como a Universidade Fudan, a Universidade Jiao Tong e a Universidade Normal do Leste da China.

Xangai tem sido descrita como a "vitrine" da economia chinesa em expansão. Apresentando vários estilos arquitetônicos, como art déco e shikumen, a cidade é conhecida pelo panorama urbano de Lujiazui, por seus museus e edifícios históricos, como o Templo de Deus da Cidade, e pelos edifícios ao longo do Bund, o que inclui a Torre Pérola Oriental. Xangai também é conhecida por sua culinária açucarada, pela linguagem local distinta e por sua característica cosmopolita. Como uma importante cidade internacional, Xangai é a sede do Novo Banco de Desenvolvimento, um banco multilateral de desenvolvimento estabelecido pelos Estados-membros do BRICS. A cidade também abriga mais de 70 representantes estrangeiros e inúmeros eventos nacionais e internacionais todos os anos, como a Semana de Moda de Xangai e o Grande Prêmio da China, e é o polo turístico mais lucrativo do mundo, com o sétimo maior número de hotéis cinco estrelas do planeta e o segundo edifício mais alto do mundo, a Torre de Xangai.

Onde você pode dormir perto Xangai ?

Booking.com
233.972 visitas no total, 7.465 Pontos de interesse, 323 Destinos, 1 visitas hoje.